A proteína whey pode provocar acne

A proteína whey pode provocar acneSe sofre de acne apesar de comer de forma saudável e de fazer exercício, a origem do problema pode estar no suplemento de proteína que está a tomar.

O dermatologista americano Nanette Silverberg chegou a esta conclusão depois de ter estudado cinco adolescentes do sexo masculino que sofreram de acne severa.

Todos eles consumiram suplementos de proteína whey e a acne melhorou após cessarem o seu consumo.

Até há pouco tempo, os cientistas gozavam com qualquer pessoa que sugerisse que a acne pode ter alguma coisa a ver com a dieta.

Como poderia alguém ser tão estúpido ao ponto de pensar que uma dieta que consiste, digamos, de carboidratos refinados e gorduras industrialmente processadas poderiam provocar acne?

Como poderia alguém sugerir sequer que os grandes gigantes da indústria alimentar, que, de forma altruísta financiam e influenciam todas essas pesquisas científicas, iriam colocar no mercado produtos que não são bons para as pessoas?

No entanto, existem estudos que mostram que existe uma relação entre a dieta e a acne. Em 2002 Loren Cordain, fundador da dieta do paleolítico, demonstrou que a acne está ausente da maioria das populações indígenas como os habitantes naturais da Papua Nova Guiné e nos índios Aché do Paraguai (1).

Cordain afirmou que isto se deve à ausência de alimentos com carboidratos de absorção rápida na dieta desses dois grupos populacionais.

Há alguns anos atrás, epidemiologistas de Harvard publicaram um número de estudos em que os adolescentes do sexo masculino e feminino que demonstraram que as suas probabilidades de desenvolver acne aumentavam à medida que aumentava a sua ingestão de leite (2) (3).

As suas probabilidades de desenvolverem acne aumentaram em cerca de 10% com a ingestão de mais de dois copos de leite por dia. Não é muito, mas mesmo assim…

Num outro estudo realizado pelos mesmos epidemiologistas de Harvard, também descobriram que não existe apenas uma relação com o leite, mas também com o queijo cottage (4).

O leite contem whey (soro de leite), tal como o queijo cottage. A proteína whey constitui cerca de 20% das proteínas do leite. A proteína whey é diferente de outras proteínas porque estimula muito mais a secreção de insulina.

Silverberg pensou que… Se a whey que ingerimos através da dieta aumenta a probabilidades de desenvolver acne, então seria de esperar podermos ver isso nos indivíduos jovens que usam suplementos de proteína.

proteína de clara de ovo em pó

Se a proteína whey lhe provoca acne, pode substituir por suplementos de proteína de ovo e/ou de carne (carnivor).

A partir dessa ideia, o dermatologista encontrou 5 jovens do sexo masculino no seu próprio serviço com acne severa e que tinham usado suplementos de whey.

Dois deles queriam ganhar peso e três deles estavam a usar a proteína whey para desenvolver mais massa muscular.

Silverberg perguntou aos cinco adolescentes se estavam preparados para parar de tomar a proteína whey, mas eles recusaram. A doutora afirmou, para sua surpresa, que a proteína whey parece ter um “potencial de adição”.

Mas quando, após algum tempo, os jovens cessaram o consumo de whey por sua própria vontade (o que todos eles fizeram) a sua acne tornou-se menos severa – e Silverberg já foi capaz de a tratar com creme de peróxido de benzoila  e antibióticos orais.

Sildelberg já tinha começado a usar esta medicação nos jovens antes destes terem parado de tomar a whey, mas esta teve pouco ou nenhum efeito.

Um dos jovens estava no meio de um segundo ciclo de isotretinoina quando parou de tomar suplementos de proteína whey. O seu primeiro ciclo não fez efeito, mas a sua acne desapareceu quando parou de usar a proteína whey.

Após os seus pacientes terem parado de tomar a proteína whey, Silverber notou uma melhoria visível dentro de 2 semanas.

Silverberg afirmou:

A proteína whey pode ser comedogénica em indivíduos suscetíveis. O uso de suplementos de proteína deveria ser tido em conta ao analisar o historial dos adolescentes do sexo masculino.

Deve ser recomendado um período de abstenção desses produtos, particularmente em indivíduos cuja acne não está a melhorar com a aplicação de terapias convencionais (5).

Referência!

Se gosta dos nossos artigos, pode subscrever a nossa newsletter!

Um comentário

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *